10 Perguntas que te ajudarão a praticar o desapego

 

desapego 1

Foto: Google

Se você pensa em manter uma casa livre de bagunça, existe uma maneira de realizar esse sonho, que é ter um estilo de vida simples e minimalista, porém, nem todo mundo consegue ou opta por viver dessa forma. Mas se o seu objetivo é simplificar sua vida, encontrei algumas questões no Blog Life your Way que irão te ajudar na hora de desapegar das tralhas.

Aqui estão 10 perguntas que deverá fazer a si mesmo na hora de avaliar os itens da sua casa e tomar a difícil decisão do que fica e do que vai embora:

  1. Este item é algo que eu uso regularmente?

Por muitas vezes mantemos algumas ferramentas, brinquedos, roupas, etc., porque eles parecem úteis. No entanto, é importante considerar quantas vezes você realmente usa cada item no momento de decidir se vale a pena manter ou se deve ser doado. Se você ainda não o tocou em três a seis meses (ou mais), é um bom candidato ao desapego.

  1. Se não uso regularmente, é algo que eu amo?

É claro que há, obviamente, exceções a esta regra (incluindo itens sazonais que você costuma regularmente na época). Uma exceção a fazer é para itens que você ama. Mantendo um jogo de jantar que sua avó ganhou de casamento e te deu, mesmo se ele não tem um lugar em sua casa, é muito diferente do que manter um equipamento de mergulho ou de Snowboard que você sempre quer usar nas férias, mas nunca apareceu oportunidade para realmente puxar para fora.

  1. Estou guardando isso por obrigação ou expectativa?

São grandes as chances de que há pelo menos uma coisa em sua casa que você está mantendo não porque é útil ou porque você a ama, mas porque era um presente de alguém e você se sente obrigado a mantê-lo. Enquanto eu entendo completamente o desejo de não ferir os sentimentos de alguém, eu acho que também é importante lembrar de que se trata da sua casa, e que se isso está afetando sua vida, não há problema em desapegar presentes assim como as coisas que você comprou para si mesmo.

  1. Estou guardando este item por que acho que devo amá-lo?

Talvez você tem uma roupa ou um equipamento da moda que você comprou e, por isso, sentia que devia amá-los, mesmo que você realmente não tenha. Talvez no seu guarda-roupa possui alguma coisa que já não lhe interessa mais. Em todos esses casos, é importante considerar o que realmente sente e tomar suas decisões com base nesses sentimentos e não os que você acha que você deveria ter!

  1. Estou guardando esse item apenas no caso de precisar?

Uma das causas mais comuns de desordem é um medo de precisar de algo que você deu ou jogou fora. A realidade é que, se você se comprometer a simplificar e desapegar, isso vai acontecer em algum momento. Mas para aqueles que arriscam se livrar do desnecessário, o benefício de uma casa livre de desordem, quase sempre vale a pena um pouco de arrependimento nessas situações.

  1. Tenho vários da mesma coisa?

Quantas colheres ou espátulas você realmente precisa em sua cozinha? Obviamente, a sua resposta vai depender do tipo de cozinheiro que você é, mas pergunte a si mesmo sempre que você tem muito de qualquer item. Há uma diferença entre ser preparado e mais eficiente e apenas criar desordem!

  1. Outra coisa que possuo substitui este item?

Olhe para todos os itens que você tem e pergunte a si mesmo se outro item faz o mesmo papel do item que você jogou fora, assim, reduz o número de coisas diferentes que você mantém em casa.

  1. Guardo este item quebrado para consertá-lo algum dia?

Esta é uma outra causa clássica da desordem. Talvez você tenha uma peça de mobiliário quebrado ou um eletrônico quebrado que você tem certeza de que terá tempo e vontade de consertá-lo em algum momento. Mas pergunte a si mesmo o tempo que ele está guardado esperando esse dia chegar e se vale a pena consertar ou jogar fora?

  1. Este item vale o tempo gasto limpando e guardando?

É importante lembrar que tanto o seu tempo quanto o espaço em sua casa têm valor. Pense em quanto tempo você gasta na limpeza de bugigangas que você não ama. Ou sobre o tempo que você gasta tentando encontrar algo que você precisa? Será que a sua vida será menos estressante e corrida sem esses itens?

  1. Posso usar este espaço para outra coisa?

Pense nas possibilidades do que você pode fazer com um armário ou uma área de armazenamento em sua casa se ​​você não estivesse guardando tudo que está ocupando esse espaço. Uma prateleira cheia de bugigangas ou livros que realmente não interessa a ninguém em sua casa? Seu espaço tem valor e é importante olhar para o custo de tudo o que mantem.

E aí? Quais dessas perguntas é o maior desafio para você?

Gostaram?

Bjos,

Tati

Fonte: Blog Life your way

Anúncios

Um pensamento sobre “10 Perguntas que te ajudarão a praticar o desapego

  1. Pingback: 10 Perguntas que te ajudarão a praticar o desapego | Mude Seu Estilo de Viver

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s