Qual o prazo para guardar documentos?

hábito 3

Por mais que seja um alívio jogar no lixo aquela papelada acumulada ao longo do ano, alguns documentos precisam ser guardados por mais tempo para evitar problemas no futuro. Os mais cuidadosos guardam absolutamente tudo para sempre, mas tendo em vista nossa vontade e necessidade de nos mantermos organizados, será que é necessário guardar tanto papel por tanto tempo?

Descubra por quanto tempo deve-se arquivar cada comprovante:

Água, luz, telefone e demais contas de serviços essenciais – 5 anos.

Mensalidade escolar – 5 anos.

Pagamento de empregados domésticos o comprovante de pagamento de empregados urbanos devem ser guardados por 5 anos e de empregados rurais por 2 anos.

Contracheque (holerite) – arquive durante 5 anos para possíveis cobranças de direitos trabalhistas.

Cartão de crédito – 1 ano.

Extratos bancários – 1 ano.

Condomínio – os recibos pagamento de condomínio não devem ser inutilizados por todo o período em que o morador estiver no imóvel. Para que não haja um volume grande de documentos, a cada ano, o condômino pode solicitar à imobiliária uma declaração de que está em dia com suas contas.

Compra de imóvel (terreno, casa, apartamento) – a proposta, o contrato e todos os comprovantes de pagamento devem ser conservados pelo comprador até a lavratura e registro imobiliário da escritura (somente para casos onde haja uma efetiva relação de consumo – contratos entre particulares são de natureza jurídica diferente).

Aluguel – o locatário deve guardar o contrato e os recibos até sua desocupação e consequente recebimento do termo de entrega de chaves, por 3 anos, desde que não haja qualquer pendência.

Consórcio  – O prazo estende-se até o encerramento das operações financeiras do grupo.

Seguro  – A proposta, apólice e os recibos de pagamento devem ser guardados por mais um ano após o tempo em que ele estiver vigorando.

Multas e documentos do veículo – os comprovantes de multa precisam ser guardados por 2 anos. O documento de licenciamento e pagamento do seguro obrigatório deve permanecer com o dono do veículo pelo período de 1 ano, quando perde o valor e é trocado por um novo documento. O certificado de compra e venda fica com o proprietário até que o automóvel seja vendido ou trocado.

Convênio médico – Mantenha a proposta e o contrato do convênio médico enquanto for cliente do plano.

Notas fiscais – Guarde notas fiscais de eletrônicos, eletrodomésticos e automóveis durante a vida útil do produto.

Certificados de garantia – por serem um ato contratual, tanto de compra de mercadoria, quanto de serviços prestados, têm relevância durante o tempo de validade impresso no documento.

Contratos – contratos em geral precisam ser conservados até que o vínculo entre as partes seja desfeito e em se tratando de financiamento, até que todas as parcelas estejam quitadas e o bem desalienado.

Importante: Não jogue no lixo documentos com informações pessoais: número de conta do banco, número do cartão de crédito. Pode ser perigoso. Pique bem antes de jogá-los no lixo.

Fonte: Procon

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s