Como escolher o cabide ideal

Hoje eu quero dar algumas dicas sobre os tipos de cabides e qual a melhor opção para se adequar às suas peças de acordo com o tecido e modelo. A variedade é muito grande, por isso é importante escolher o cabide certo para deixar seu armário organizado e não danificar sua roupas.

Essas dicas eu tirei do blog fofo da Marina do Ask Mi, que já acompanho há algum tempo. Ela dá ótimas dicas sobre maternidade, gastronomia, viagens, organização, decoração e muito mais. Ela também disponibiliza no site uma agenda com o contato de vários fornecedores e prestadores de serviço que ela confia, muito legal né?

Bom…voltando ao assunto, este post vai te ajudar na hora de escolher o cabide ideal.

A primeira regra é jogar fora todos aqueles cabides de lavanderias e tinturarias, pois são muito frágeis, quebram facilmente além de deixar seu armário com um aspecto feio.

O segundo passo é entender qual cabide é o ideal para os tipos de roupas, bem como, separar as roupas que realmente precisam ser penduradas. Entre os materiais mais comuns, os cabides de madeira são clássicos  e têm uma excelente durabilidade. Os de acrílico dão um toque jovem ao guarda-roupa, e dependendo da qualidade, podemos encontrarn alguns resistentes. Já os de metal são indicados para pessoas práticas e que precisam de mais espaço. Por fim, existem alguns cabides de madeira ou metal que são revestidos com tecido, muito comum em guarda-roupas de bebês.

Blusas e vestidos:

Devem ser penduradas de forma adequada, caso contrário podem cair e/ou amassar facilmente. Recomendo os cabides que são recortados e não se esqueçam de colocar uma capa nos vestidos mais delicados. Você pode também guardar os vestidos de festa em caixas, embrulhados um a um por papel de seda. Fica ótimo! Frente-única, corselet e tomara-que-caia: pendure-os de cabeça para baixo em cabides de saias.

Camisas:

A dica aqui é usar cabides da mesma medida dos ombros, além de fechar os dois primeiros botões para não cair nem amassar.

Saias:

Para saias, os cabides recomendados são sempre os que possuem “presilhas” , de preferência as de metal. Cuidado com alguns tecidos como seda, couro, para não marcar. Existem alguns cabides com presilhas que já vêem com uma um tecido aveludado para evitar que isto aconteça. Prefira presilhas cromadas (de preferência revestida de veludo), as de plástico ficam frouxas com o tempo. Ao pendurar, estique a saia entre as presilhas, as fitinhas nas laterais da saia criam dobras desnecessárias.

Calças:

O modelo ideal é aquele que possui presilhas. O certo é que as calças sejam presas pela barra para não marcar o tecido, mas isso seu guarda-roupa deve ser alto. Cabides com hastes curtas são recomendados para pendurar calças pois evitam que elas amassem.

Casacos e blazers:

Aqui o ideal é sempre cabides mais largos e estruturados visando não marcar as peças. Dê mais atenção às peças de inverno – o peso do tecido é o que faz com que a roupa fique com as marcas do cabide. Para evitar que isso aconteça é possível comprar ombreiras de espuma que se encaixam nas pontas dos cabides e evitam que a peça fique marcada.

Peças delicadas:

Os cabides revestidos com tecidos são os mais recomendados para peças de tecidos finos, como seda ou cetim, porque não permitem que a peça escorregue nem danificam os tecidos. Se necessário, use uma capa para proteger a roupa.

Bijuterias: Cabides com bolsos pequenos é o mais indicado para guardar bijuterias. Pois dessa forma as peças não se enroscam, não correndo risco de quebrar. Outra opção é guardar em gavetas que tenham separações.
Dicas:

• Os cabides ocupam menos espaço e são mais fáceis de manusear quando dispostos na mesma direção, com o gancho virado para dentro e do mesmo modelo.

  • Os cabides devem ser, de preferência, idênticos tanto em tamanho como na cor. Assim, as roupas ficam na mesma altura e isso colabora para um visual mais agradável, facilitando na hora de localizar cada peça. Caso não seja possível padronizar todos os cabides, tente utilizar essa regra pelo menos nas mesmas seções ou grupos de peças.
  • Para facilitar a visualização e evitar que as roupas amassem, pendure apenas uma peça por cabide. Somente se o espaço não permitir, agrupe no máximo 3 peças de tecido fino, dando preferência a peças de tamanho e modelo semelhantes para evitar a desarmonia visual.
  • Para evitar que as roupas amassem, deixe no mínimo um dedo de distância entre os cabides.

tipos de cabides blog dona drama

1. Indicado para casacos e blazers
2. Para conjuntos
3. Ideal para tailleurs
4. Recomendo para saias, calças e vestidos tomara que caia
5. Bom para pendurar calças, de preferência de tecidos mais finos
6. Não é o ideal, mas para quem tem pouco espaço é uma ótima solução para pendurar calças
7. Opção para gravatas e cintos
8. Para lenços e echarpes
9. Outra alternativa para gravatas e cintos
10. Para vestidos e blusas com alcinhas
11. Recomendado para quem não tem muito lugar no armário, mas não são resistentes
Espero que tenham gostado!
Bjo!
Fonte: Ask Mi
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s